Resenha: Diário de Uma Escrava

”Estas são as minhas lembranças da época, ou parte do que quero e consigo lembrar. Fui prisioneira daquele homem. Foram tempos horríveis que me marcaram muito e as cicatrizes permanecem abertas. A memória falha, os fatos se misturam mas vou tentar narrar para vocês. Habita em mim uma única certeza – nunca mais serei a mesma. Pode ser que ele tenha me roubado tudo, até a mente. Pode ser que muito do que aqui está seja invenção. Não importa, porque, no buraco, o medo, a escuridão e o sofrimento eram reais.”

Essa foi a leitura mais forte que já fiz,Diário de uma Escrava deve ser lido e repassado para alerta!

”Unindo todas as experiências que vivi nos anos trancada nesse buraco, com a certeza de que não fui a primeira e com a impressão de que o Ogro sempre pode ficar mais cruel do que antes, sei que vou morrer aqui. Então, para que lutar? Para que resistir?” Página 41

Do dia para a noite, foi dessa forma que a vida de Laura foi destruída, do dia pra noite, um um dia ela é uma linda e doce menina, a inocência intacta, a vida perfeita , pais adoráveis, um namorado, amigas, e em outro dia ela é a menina do ‘Ogro’. Laura foi raptada, mantida em um cativeiro em um buraco debaixo da terra da casa do ‘Ogro’, lá ela foi submetida a torturas, abusos sexuais, violência física e psicológica, alguns dias a tortura era tanta que ela desmaiava, Laura que era uma menina linda e um tanto vaidosa estava destruída, por fora e dentro. Seu novo lar? um buraco no chão, com uma porta que continha uma janelinha para comida, banhos eram regulados, suas necessidades eram feitas em baldes que por dias ficavam lotados, constantemente era abusada, várias vezes ao dia, de várias formas.

”Por toda a eternidade, estaremos balançando lanternas na escuridão, chamando seu nome, nunca cansaremos de te procurar. Se conseguir escapar, volte para casa. Mas, se não conseguir, permaneça viva, estamos indo buscar você!” Página 103

Os dias de Laura são detalhadamente contados, e nesse meio período não é somente ela que é abusada, os abusos ocorrem com meninas de 12 anos até de 18. Os abusos são contados em detalhes, então já sabem que é uma leitura forte. Eu peguei esse livro para ler hoje de manhã, e finalizei a tarde, a leitura é triste, porém ”’fácil”’ de ler, (não de digerir), Laura após mais de quatro anos de abuso não é a mesma, tudo nela se transforma. O ”Ogro” como Laura chama seu agressor, é um homem normal, com reputação, vida social, porém por dentro é um monstro doentio. Cada página, sério, cada página foi uma angústia, uma tristeza, e raiva. Minha recomendação, é mesmo estômago fraco ou forte, leia esse livro, se você é do tipo que defende os ‘Ogros’ leia esse livro, não é uma fantasia, são baseados em fatos reais. Algo que mexeu muito comigo, foi ver a história pelo lado da família da vitima, a dor da mãe, do pai, dia após dia sem resposta, sem corpo, sem vida.

”Casais, pais e filhos, mães e amigas. Todos ali se divertindo, conversando, comemorando ou discutindo assuntos diversos, e eu, ali, sentada com um matador de meninas, um psicopata. Quantas vezes nos sentamos em lugares assim sem saber o que acontecer na mesa ao lado?” Página 170

Ao final da obra, temos VÁRIOS casos com nomes reais, dos agressores e vítimas, o livro foi todo baseado nisso. Eu não sei o que esperava dessa obra, na verdade peguei sem ler a sinopse porém superou qualquer expectativa que eu tinha, minha dica é, leia esse livro, compartilhe, tire suas conclusões sobre a obra, pois ela não é apenas um livro, é um alerta, a mulheres, crianças, e homens, de como um ser humano próximo a você ou não pode ser um monstro, que nem tudo é o que parece, e aquela a frase de ‘o diabo mora ao lado’ cai perfeitamente a essa obra.

‘Essa é uma história baseada em fatos, ideias, pensamentos, sensações, diálogos e cenários reais, contextualizada de forma literária, servindo de entretenimento, mas também de alerta a nossa sociedade, em prol de que cuidemos de nossas meninas. Que possamos dar a nossas filhas, irmãs, amigas e primas indicações de perigo que ronda as ruas, as estradas, as praças, alertando-as para que não aceitem caronas, doces, ajuda ou qualquer outro qualquer contato mais pessoal com estranhos, mesmo que esses estejam demonstrando fragilidade, idade avançada, companhia de crianças, mulheres, ou animais, porque sempre surgem novas estrategias para capturar vítimas que satisfaçam os mais sinistros, sombrios e insanos desejos de uma mente deturpada e doentia.’ -Rio Grande do Sul, 2014, Rô Mierling

Página 217

  • Algo que merece um total reconhecimento além da escrita da autora que esta maravilhosa, é a edição da darkside, que está perfeita.
  • Sim temos um excesso de fotos porém, não teria como não ter.

46 thoughts on “Resenha: Diário de Uma Escrava

  1. Olá
    Eu já conhecia esse livro bem no começo quando a autor finalmente o divulgou. Lembro que o livro ganhou uma repercussãozinha e tal. E depois veio o sucesso na plataforma digital e bum,,todo mundo queira ler. Fico contente que você amou a história da autora, e espero que agora com a divulgação proficional da DarkSide ela consiga mais ainda fãs de seu trabalho. Eu nem preciso comentar que a edição estão um show né? Até mais ver
    Bjs

    Like

    1. ctz vai conseguir, pois esse livro é sensacional, todos deveriam ler, o que conta na obra, é infelizmente a realidade de muitas mulheres, e crianças.

      Like

  2. Bom dia!
    Essa leitura é muito esperada por mim. Eu adoro histórias fortes desse tipo, ainda mais baseada em fatos reais, mesmo que seja difícil de digerir como você disse. Eu estava ansiosa por esse lançamento, não comprei ainda, mas vou fazer isso logo, pois estou bem empolgada para iniciar a leitura. Adorei as fotos, a edição da DarkSide está belíssima, né?
    beijos
    http://www.apenasumvicio.com

    Like

    1. muito pesada, tem cada detalhe, cada situação, que só me faz lembrar que o quanto, mulheres, crianças sofrem diariamente, esse é um livro que é a realidade de muitos, porém serve de alerta para outros muitos

      Like

  3. olá
    Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas não tinha lido nenhuma resenha ainda. Bom, os gêneros que a DarkSide publica não me atraem muito, mas a premissa desse livro, o trama, me comoveu muito que eu quero muito lê-lo.
    Sua resenha e as fotos ficaram muito boas!
    Beijos

    Like

    1. mulher, isso é diferente de tudo que já li da darkside, não tem nada de terror ou essas coisas, só tem o terror de ver o lado podre da humanidade. recomendo a todos, mesmo você não gostando da editora ou temas, acredite, esse é um daqueles livros que você senta e só levanta quando acaba

      Like

  4. Gostei da resenha e o livro já me chamou bastante atenção. Realmente é importante que nós venhamos dar uma assistência maior as meninas de nossas famílias. De alertar sobre os riscos e ensinar que nem todos são amigos. O livro tem um tema forte mas que parece ser bem abordado e como todo livro da darkside é uma obra de arte, esse não fica pra trás. Já anotei na minha lista e espero ler muito em breve. beijos.

    Like

  5. Olá!

    Menina, que pesado hein.. Deve ser bem triste e angustiante ler algo desse tipo, nunca li, mas achei interessante. Como você disse é uma leitura de alerta, uma crítica a sociedade, a cultura do estupro, critica aos relacionamentos abusivos. Ás vezes esse “Ogro” está dentro da sua própria casa. Vi que a edição é dá DarkSide, eles arrasam na edição, mai um motivo para querer este livro na minha estante.

    Abraços!

    Like

  6. Já me vejo xingando e querendo matar este tal ogro. Não esperava que o livro mostrasse claramente os abusos, nem sei se é pior que imaginá-los. De qualquer forma, não deve ser mesmo uma leitura que se passe impune, deve ser o estilo ame ou odeie, por conta de toda esta carga pesada que trás. Quero sim ler o livro, mesmo que sofra junto.
    Bjs, Rose.

    Like

    1. Mulher é um livro que tu ama e odeia. Tu ama pela escrita que esta impecável, e tu odeia por conta que essa é a realidade bosta de muita gente…. :/

      Like

  7. Olá Alice!
    Adorei seu poste as fotos, lindas!
    As edições da Dark Side são sempre lindas e caprichadíssimas!!
    Não li o livro ainda, mas acompanho o trabalho da Rô há tempos e sou muito fã também!
    Bjks mil

    Like

  8. Oii.. Esse livro tá na minha lista desde que ouvi falar dele. Quero muito ler, mas to tomando coragem ainda porque sei que ele é muito forte. Sei que eu vou ficar com o conteúdo dele na cabeça por um bom tempo. Mas em breve lerei.
    Bjs

    Like

  9. Olá Alice,
    Quando li esse lançamento, fiquei mega curiosa para ler, agora, após ler sua resenha sinto necessidade de ler.
    Adorei conhecer suas impressões e ver como essa obra te marcou me encantou, pois imagino como deve ter sido sofrido ter lido ela e saber que foi baseada em coisas reais.
    Imagino por tudo o que a protagonista passou e como deve ser a experiência dessa leitura.
    Um livro que segue uma linha parecida é: A Casa do Céu, é um relato verídico sobre o que a autora sofreu.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    Like

    1. Mulher obrigada por essa dica ai, eu vou atrás. Esse livro me marcou tanto, que hoje, quase uma semana depois de ler ele e já estando outro livro ainda me pego pensando nele.

      Like

  10. Olá!!

    Nossa, adorei sua resenha !!! Bom, a pouco dias fiquei sabendo do lançamento desse livro, não conhecia nada dele só fiquei encantada com essa edição, mas claro a Darkside dispensa comentários e uma edição mais linda que a outra. Sua resenha foi a primeira que li desse livro e gostei bastante, já esta anotado esse livro aqui com certeza!!! Ah! já vou mostrar esse resenha para minha amigas 🙂

    Beijos

    Like

  11. Olá, tudo bem? Uma edição linda dessas, com essas ilustrações só podia ser da Darkside. Essa resenha e a premissa desse livro me pegaram de surpresa, não imaginei tamanha intensidade e fico feliz de ter lido sua opinião e agora saber sobre a existência desse livro. Não acho que seria uma leitura ideal para agora, confesso estar fugindo de histórias assim marcantes e tão reais, mas sua dica está mais que anotada. Obrigada, beijos.

    Like

  12. Helloo, tudo numa nice?!
    Eu já vi esse livro por aí e já pelo título sabia que não era uma obra para mim porque como você disse, tem que ter estômago. E eu tinha certeza que seria algo pesado e forte e triste. Até gosto de histórias tristes, mas não sou forte o suficiente para livros mais pesados como esse parece ser. Durante a leitura da resenha senti uma vibe triste e senti vontade de chorar pelas coisas que acontecem a protagonista.
    Enfim, a Darkside sempre arrasa, mas tenho certeza que não conseguiria ler a obra.
    Beijin…

    Like

  13. Olá! parabéns pelas fotos e pela resenha. Li apenas uma degustação do livro da Rô e nossa, como mexeu comigo, É mais que um livro, é utilidade pública, quantas casos escutamos sobre isso? Temos que nos proteger e proteger a quem amamos, pretendo ler ele com toda certeza. A edição da DarkSide está linda, beijos!

    Like

    1. Como eu disse, esse livro é mais que uma obra, ele é um alerta.
      Que bom que gostou, darkside é maravilhosa né.

      Like

  14. Estou querendo esse livro desde que soube do lançamento. Ele é totalmente diferente de tudo que já vi. A temática, o enredo, a diagramação, tudo parece ter sido feito para chocar.
    Essa é a primeira resenha que li a respeito e tenho que dizer que você arrasou. Não só no jeito claro em que contou suas impressões, mas também nas fotos e citações selecionadas.
    Só me fez desejar ainda mais esse livro.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    Like

  15. Sua resenha ficou maravilhosa!!! Amei saber tua opinião sobre a obra, e as fotos ficaram lindíssimas. Fiquei mega empolgada quando a editora anunciou esse lançamento, pois já tinha ouvido comentários bem positivos sobre a obra. Fora que a edição parece estar incrível. Eu já li histórias bem fortes, mas essa parece ser mesmo angustiante. Espero ler em 2017!

    beijoos

    Like

  16. É a primeira vez que leio a resenha desse livro. Tinha uma ideia diferente sobre o teor da história, e fiquei realmente de cara no chão com os detalhes da obra, os quotes demonstram bem isso. Não tenho problema em ler leituras fortes e baseadas em fatos reais, então, leria com toda a certeza.
    Bjim!
    Tammy

    Like

  17. “Fácil de ler, dificil de digerir” melhor descrição pra esse livro. Ele é sério e não sei se teria coragem de ler tão rápido assim, embora não tenha como não se prender com esse mote de maldade…
    Fiquei curiosa pra ler, vou marcá-lo no skoob…
    bjs
    🙂

    Like

  18. Oi, tudo bem?
    Já acompanho a Rô tem um tempo mas ainda não li nada dela. A sua resenha está simplesmente incrível e eu não vejo a hora de poder iniciar a leitura de Diário de Uma Escrava.
    P.S.: Só o que não colabora é o preço da obra que anda salgadinho ultimamente.

    Like

  19. Oi, Alice!
    Achei a premissa muito interessante, realmente é uma leitura muito forte e intensa. Como sou muito sensível para livros assim não sei se conseguiria concluir a leitura. Mesmo assim, fiquei curiosa e achei a capa e a diagramação muito linda!

    Beijos!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s