Resenha: Casos de Família


“Suzane, em uma palavra, poderia ser nossa filha!” – Caso Richthofen

 (Página 17)

Dois assassinatos que chocaram e marcaram o Brasil, reunidos com detalhes em um só livro…

O livro é dividido em duas partes, como se fossem dois cadernos, são eles os cadernos do caso “Richthofen” e o caderno ”Nardoni”, no primeiro caso o leitor é apresentado ao assassinato de Manfred e Marísia, o leitor acompanha de perto como a filha planejou, permitiu e auxiliou na execução do assassinato dos próprios pais, com a ajuda do namorado Daniel e do irmão dele Cristian, deixando seu irmão Andreas sozinho. No livro principalmente vemos o comportamento dos três assassinos, como Suzane permanece distante e inabalável com a morte dos pais, vemos a simulação do crime, os descontroles do namorado, Daniel, as técnicas da policia, e o julgamento.

“Tua mãe acabou de morrer e você quer tomar sorvete?” – Caso Richthofen

 (Página 56)

No segundo caso o leitor acompanha o caso Nardoni, é focado no julgamento de Alexandre e Ana Carolina, que estavam em julgamento pelo brutal assassinato de Isabella de Oliveira, nesse ‘caderno’ é pouco focado no crime, e mais focado no julgamento, porém descobrimos tudo que ocorreu na noite do crime na visão da autora, acompanhamos de perto e detalhadamente os depoimentos da mãe de Isabella ,  vemos o pai que não se importa com a morte da filha, a madrasta que mantinha um ciúme doentio pela mãe da menina, e pouco se importava da morte da menina.

“Eu pularia da janela do sexto andar atrás do meu filho, eu desceria as escadas, não ficaria apertando o botão e esperando o elevador chegar!” – Caso Nardoni

 (Página 429)

Esse livro é sensacional, eu esperei bastante ele, já conhecia o trabalho da Ilana, e essa temática de crimes é uma leitura que me atrai bastante, a leitura me agradou, algumas partes dá uma dificuldade de acompanhar pelos termos usados mas nada que atrapalhe a leitura. Eu particularmente achei mais fluída a parte do caso Richthofen, porém ambos os casos foram casos que marcaram o Brasil, os julgamentos são um pouco lentos de acompanhar dos dois cadernos, por isso o caso dos Nardoni é mais devagar por ser focado no julgamento. A autora consegue nos trazer para dentro da investigação, alguns detalhes são revelados de ambos os crimes, não tem fotos de corpos, apenas das simulações, dos criminosos, mas nada pesado. A narrativa nos aponta algumas pontas soltas dos crimes, isso é um detalhe bem interessante, deixando que o leitor interprete e tire suas conclusões.

“Assim fica fácil ter raiva, achar que ele é diferente, não é humano. Ali, naquela sala Cristian era um rapaz normal, desses que a gente encontra milhares de vezes por dia, por aí. Nada em sua aparência indicava que elegeram uma assassino.” 

 Caso Richthofen (Página 119)


21 thoughts on “Resenha: Casos de Família

  1. Olá! Nossa, 2 casos que chocaram o Brasil… não sei se teria estômago de ler até o fim. Lembro que não conseguia nem assistir aos jornais por inteiro…
    Hoje, passo a dica.
    Bjs

    Like

  2. Nossa…
    Assim, pelas fotos, achei bem bonita a diagramação, as ilustrações. Mas não sei se leria. Digo, eu lembro de ter acompanhado na época que passou na televisão e fiquei tipo, chocada com aquilo, imagina ler em detalhes? Não sei se leria.
    Beijos

    Like

  3. Olá!
    Essa é uma leitura bem diferente do que estou acostumada por serem casos reais, mas também me sinto bastante atraída por livros que abordam crimes. Esses dois marcaram mesmo o país, todo mundo acompanhava cada nova notícia. Achei interessante poder saber mais detalhes sobre cada um deles, principalmente a parte dos julgamentos.

    Beijos, Entre Aspas

    Like

  4. Oiii, tudo bem?
    Menina você sempre arrasa nas resenhas e nas fotos, com toda certeza adoraria ter a oportunidade de ler um livro desses, parece ser cheio de mistérios e suspeitos a serem desvendados, dica anotada.
    Beijinhos da Morgs!

    Like

  5. confesso que sempre tive uma curiosidade para conhecer mais sobre esses dois casos, principalmente o Nardoni. mas não sei se meu psicológico aguentaria ler.. essa história mexe muito comigo. não sei se teria coragem. mas a curiosidade é grande kkkk

    Like

  6. Nossaaa, ouvi falar desse livro, mas não tinha ideia de sua diagramação, nem sabia da riqueza de detalhes de casos tão tristes que vivenciamos pelos noticiários… Ao mesmo tempo que fiquei interessada pela edição, um pouco receosa de ler, é lamentável lermos sobre essas barbaridades, mas gostei de sua resenha e do trabalho da escritora.

    Like

  7. Oie…
    Simplesmente AMEI sua resenha!
    Achei a premissa da obra bastante interessante, e inclusive, após ler seus comentários fiquei com vontade de ler! Encontrei vários aspectos na obra que geralmente me agradam, portanto, vou adicionálo nos desejados 😉
    Beijos

    Like

  8. No que tange a beleza do livro, a editora Darkside faz um trabalho espetacular.
    Esse livro já vinha despertado meu interesse pelo conteúdo que carrega, até porque faço graduação em Direito, e será de grande valia analisar histórias reais como esses abordados no livro, e ainda mais se abordar sobre os julgamentos.
    Obrigada pela resenha!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s