Resenha: Colega de Quarto

Processed with VSCO with e3 preset

Vamos começar com a frase de capa, ‘E se o seu maior pesadelo ganhasse vida?’

”Não era sua imaginação. Vira mesma um homem entrar em seu apartamento. Julgara que sua suposta neurose se limitasse às pistas a serem achadas no imóvel. Nunca sonhara que a coisa chegaria a esse ponto de exposição. Não supunha que chegaria a vê-lo pessoalmente – o seu colega de quarto invisível.” Página 15

Processed with VSCO with e3 preset

Pois é, e se o seu pesadelo fosse conviver com um ‘fantasma’ que move coisas e cria um pânico e caos total, essa é a realidade de Eric Schatz, ao se mudar para São Paulo por conta da faculdade. Eric mora sozinho, porém começa a notar uma presença junto dele, um dia uma escova a mais, outra noite um par de chinelos, coisas ligando e desligando sozinhas no meio da noite, Eric ao poucos surta, pelo desespero Eric procura um detetive particular para solucionar esse mistério que está tirando seu sono e sua sanidade, e logo após ele acaba vendo um vulto entrando em seu apartamento, porém algumas horas depois a sua visita ao detetive particular, ele despenca do apartamento onde vive, e então o detetive resolve ir até o final desse mistério e então começa uma busca dos indícios do suposto colega de quarto.

”- Caramba, se o cara se matou porque achava que estava ficando louco, então, o caso era, sim, sério! O moleque não iria se suicidar só porque vinha escutando barulhos pelo apartamento!” Página 43

Processed with VSCO with e3 preset

Quando li a sinopse eu jurava que era algo meio clichê, ou o tipico livro de terror, porém nossa que surpresa, o livro não era nada do que eu esperava, e me surpreendeu para a melhor viu! Durante a trama eu desconfiava de tudo e de todos, e fui trouxa pois errava feio minhas apostas do que havia acontecido(hahaha), o livro é surpreendente e envolvente.

Processed with VSCO with e3 preset

Processed with VSCO with e3 preset

”Novamente de mãos atadas – agora literalmente -, ele ficou entregue à debilidade que o impedia de agir em sua própria defesa.” Página 130

Apostem em livros brasileiros!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s