Tempestades


Algumas vezes vi a vida como uma tempestade, e me sentia como um barco em mar aberto pegando cada fúria daquela tal tempestade, mas lembrei que ouvia por ai que você pode escolher o que pode ou não te derrubar, e nessas vezes mesmo em meio a tempestade, eu não me permitia afundar completamente.

Sabe, que jogue a primeira pedra quem não viu um chuvisco virar uma chuva com ventos fortes, e após isso uma tempestade sem fim, que jogue a primeira pedra aquele que não via fim naquela tempestade, e mais ainda, não joguem pedras, joguem guarda chuvas.

Algumas chuvas fortes se tornam tempestades, destroem, causam danos que por momentos parecem irreparáveis, mas outras se tornam chuviscos, por isso procure sempre o sol em algum lugar. Não permita deixar a tempestade encher um oceano sem fim, sem sol, sem algo para se agarrar, se agarre.

A vida tem essas de te jogar por ai, pode ser em um mar, ou no deserto, mas o único objetivo disso é não afundar, não desistir.

9 thoughts on “Tempestades

  1. Olá, tudo bem?
    Owm que texto lindo. Uma reflexão maravilhosa.
    É verdade, além dos momentos bons a vida sempre nos prega surpresas e nem sempre elas são tão boas. Precisamos acreditar que superar barreiras é estarmos preparados é nos manter firmes e fortes e jamais nos entregar.

    Like

  2. Oi, tudo bem! Adoro que me emprestem um guarda-chuva quando preciso. As tempestades são necessárias, elas nos ajudam a crescer como se nós fossemos uma plantinha, mesmo que por motivo de proteção nos direcionemos ao Sol.
    Quando a tempestade volta e ela sempre volta com mais ou menos intensidade já sabemos que precisamos de proteção e ficamos abrigados, às vezes mais e também podemos nos esquecer do guarda-chuva e é aí que lembramos como foi da última vez e assim sucessivamente…Sacou?Bj

    Like

  3. Hey, Alice!

    Não há quem nunca tenha passado pela tempestade e pelo deserto nesta vida. Muito menos, quem tenha passado por eles apenas uma vez.
    Assim como nossos dias têm o clima variado, também o temos nós. Às vezes nos sentimos como dia ensolarado, outras nublado. Às vezes dia quente, outras frio. E assim por diante.
    O importante é saber que todos devemos passar por esses momentos para nosso próprio aprendizado, para que possamos crescer e melhorar sempre, sem nunca desistir.

    Ótimo post!

    Beijos!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s