Resenha: Em Águas Sombrias

”Há quem diga que essas mulheres deixaram algo de si na água, outros, que a água retém parte do poder de cada uma, pois desde então tem atraído para suas margens as desventuradas, as desesperadas, as infelizes, as perdidas. Elas vêm aqui para nadar com suas irmãs.” Página 44

A resenha de hoje é sobre o livro ‘Em Águas Sombrias’, na obra vamos conhecer o ‘Poço dos Afogamentos’, na obra tudo acaba sendo ligado a esse poço/rio, porém a história parte da morte/suicídio de Nel, que foi encontrada no poço, que também era o que se baseava o livro que ela escrevia onde contava a história de mulheres afogadas do poço que é o mesmo onde ela é encontrada, a suspeita é suicídio e até mesmo sua filha tem certeza que sua mãe escolheu deixa-lá, a história também mostra os acontecimentos de dois meses antes quando uma adolescente é encontrada também no poço, Katie, e a suspeita também era suicídio, por conta das duas mortes e uma outra anos antes, a policia decide investigar a fundo a ligação dessas mortes, e das pessoas envolvidas.

”Minha língua estava amarrada com algas, e minha boca, cheia de lama. Eu queria contar a ela, queria dizer: Eu me lembro dele. Eu sei do que ele é capaz.” Página 110

 

”Os cabelos estavam grudados no rosto, a pele estava cinza, os lábios azuis. Estava morta.” Página 227

O livro é dividido em quatro partes e tem dez narradores, isso mesmo, dez narradores com diferentes visões e opiniões, confesso que essa parte foi a mais interessante e ao mesmo tempo a mais cansativa, pois isso requer uma atenção redobrada, o livro em si pede muito uma atenção aos detalhes, demorei muito para concluir a leitura e empaquei no meio, porém do meio pro final ela fluiu melhor, os personagens são bem trabalhados e construídos e são o tipo de personagens que ou você começa amando e termina odiando ou ao contrário, no final gostei sim da obra mas esperava mais, o final me deixou meio ‘cade?’, ficou um final aberto porém acho que com essa obra e o desenvolvimento que teve não poderia ser diferente.

”Eu achava que estupro fosse uma coisa que um homem mau fazia com você, um homem que pulava em cima de você num beco no meio da noite, um homem com uma faca na sua garganta. Eu não achava que garotos fizessem isso. Não meninos como Robbie, não garotos bonitos, os que namoram a menina mais bonita da cidade. Não achei que fizessem isso com você dentro da sala da sua casa, não achei que conversassem sobre isso com você logo depois e perguntassem se você havia gostado. Eu só achei que devia ter feito alguma coisa de errado, que não tinha deixado claro o suficiente que não queria.” Página 312

15 thoughts on “Resenha: Em Águas Sombrias

  1. Oii, tudo bem?
    Nossa, que livro pesado! Eu já ouvi falar dele, mas não imaginava que era assim. Parece ser muito bom, mas não tenho certeza se leria algo do gênero no momento, sabe? Achei bem criativo também o livro ser narrado por dez pessoas, apesar de não curtir muito quando a história tem diferentes narradores. Gostei muito da resenha, dica anotada pra ler mais em breve.
    Beijos.

    Like

  2. Eu estou com esse livro entre as minhas próximas leituras e estou bem curiosa, tenho visto muita gente falando mesmo que a leitura começa a fluir do meio pro final. Eu espero gostar quando for ler esse gênero é o meu preferido.

    Like

  3. Olá!
    Estou com esse livro no meu Kindle e bem animada pra realizar a leitura. Achei interessante todas essas narrativas alternadas. Espero que não me perca diante de tantos relatos.
    Adorei suas considerações.
    Dica anotada!
    Beijos!

    Like

    1. kkkkkkk eu em algumas partes ficava, quem? quando? ahhh ok? quem? kkkkkkkkkkkkkkk é meio demais tantas narrativas

      Like

  4. Eu estou super ansiosa para ler este livro. Recebi ele da editora e já está aqui na fila de leitura. Será meu primeiro contato com a autora.
    Amooo a premissa e sinto que irei gostar. Gostei da sua resenha e me animou mais ainda a ler.

    beijos

    Like

  5. Olá Alice, tudo bem?
    Eu ja ouvi falar muito nesse livro, mas infelizmente ele não me chama a atenção. O enredo não me fascinou e confesso que o gênero em si não e um que me atraia e saber que ele em alguns momentos chega a ser um tanto cansativo me fez desistir de vez da leitura.

    Amei a sua resenha e fotos, aguardo ansiosa as próximas dicas.
    Beijos

    Like

  6. Olá, Alice! Tudo bem?
    Lindas fotos, adorei. Eu gostei bem da leitura, mas fiquei com esse sentimento de que esperava um pouquinho mais. Gostei da sua resenha, está de parabéns, ficou bem clara!
    Abraço!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s