Resenha

Resenha: Eu Sei Onde Você Está

”Está me dizendo que ele tem de me machucar antes de vocês me ajudarem?” Página 27

Nessa obra acompanhamos a história de Clarissa, uma jovem linda, com um emprego bom e estável, inteligente, e recém divorciada, Clarissa pode ser qualquer mulher, poderia ser sua amiga, irmã, ou apenas uma mulher que encontramos no ônibus, Clarissa está em perigo, porém sua situação é bem comum, ela é constantemente seguida e ameaçada por um homem qualquer que acha que tem poder e direito sobre ela, seja na porta de casa, no trabalho, na rua, no parque, ele vai onde ela vai, manda cartas, bilhetes, presentes, fotografias aterrorizantes. Ele sabe tudo sobre ela, devido a suas espionagens, e suas buscas em seu lixo. Juntamente com o caso de Clarissa, temos também uma outra história sobre um julgamento onde Clarissa é convocada para fazer parte do júri e para ela, dentro do tribunal é um local a salvo dele. Clarissa está num beco sem saída, e piora quando ela descobre que não é a primeira, porém é a única que ainda respira.

”Meu Deus, como você é irritante. A pessoa mais irritante do mundo. Quando não estou completamente aterrorizada, consigo ver que, na melhor das hipóteses, você apenas tira as pessoas do sério. Mas você já ultrapassou a melhor das hipóteses. Está se aproximando a cada dia da pior, e não quero imaginar qual poderá ser o estágio final dessa trajetória.” Página 121

”Você sempre me localiza. Sempre. Quando foi que você não me localizou? E, dessa vez, a culpa foi minha. Toda minha. Tudo porque cedi ao impulso estúpido de não deixar que meu medo de você me aprisionasse.” Página 84

Essa leitura foi muito intensa, o livro todo foi muito intenso, algumas vezes em diversas situações me via no lugar de Clarissa, porém outras vezes queria sacudir ela, acreditem ele fez a vida dela um inferno e em alguns pontos da leitura é bem comum ver ela sentindo pena dele, outra coisa é a forma como ele fala, em todas, tipo todas as frases ele coloca o nome dela no final, a personagem em alguns pontos diz que tem medo de começar a odiar o próprio nome, muitas vezes eu o via mais como irritante do que como um perseguidor apenas, a forma como ele fala irrita, a insistência dele é doentia, ele é completamente doentio.

”Chame a polícia imediatamente – Chame a polícia apenas quando tiver provas irrefutáveis.

A polícia existe para ajudar – Não espere muita coisa da polícia” Página 135

Outro ponto da obra (que mais parece realidade) é a forma que a justiça e a policia agem quando uma mulher diz ”fui estuprada”, ”estou sendo seguida”, é um máximo descaso, a mulher é apontada como quem procurou ou provocou e o seu perseguidor ou abusador e visto como inocente, no caso de Clarissa até sua amiga de infância julga que ela está com problemas e que ele quer apenas ajuda-lá, em uma parte da história durante o julgamento que Clarissa participa temos a frase que mostra tudo isso, se referindo a quem estava sendo julgada para ser culpada os vários estupradores ou a vítima? 

”Clarissa se deu conta de que começava a conviver todos os dias com o fato de ele fazer essas coisas, como se aceitasse a necessidade de encaixa-ló em sua vida, da maneira mais discreta possível. ” Página 154

Essa obra mesmo sendo ficção nos mostra a realidade, a realidade de alguém perseguido e abusado, a realidade da justiça, e em quão comum isso é, infelizmente, ‘Eu sei onde você está é um alerta. A obra é bem rápida e fluída, porém o final passou em um piscar de olhos, achei que seria mais demorado devido o livro ser dividido em semanas, porém é uma obra que você só consegue parar de ler quando chega na última página.

”São flores que representam a morte, Clarissa, todas elas. É um ramo que se joga sobre o caixão.” Página 189

16 thoughts on “Resenha: Eu Sei Onde Você Está”

  1. Menina achei extremamente horrível esse livro kkkkkkkkkkkkkkkkkkk quando vi ele senti uma sensação bem ruim mesmo, nunca senti isso. Gostei de saber a sua opinião e parece ser uma leitura bem impactante, quem sabe futuramente eu vá dar uma oportunidade.
    Beijinhos

    Like

  2. Olá. Imagino o sofrimento da personagem principal e deve ter sido difícil em um nível inimaginável. Gostei do título do livro e a trama me chamou atenção. Quem sabe eu leia um dia, né? Obrigada pela dica.

    Beijos.

    Like

  3. Nossa , dá pra sentir a intensidade de longe. Gostei muito do enredo, o fato do livro se aproximar tanto da realidade e de expor os medos de uma mulher de forma tão crua, me deixa bem curioso para conhecer a obra. Achei muito bom a autora mostrar esse descaso que a justiça tem com casos como esse. Dica super anotada! E só o título nos instiga a querer conhecer a obra, gosto muito de títulos assim!

    Like

    1. Simm, é bem difícil entender porque sempre nos perguntamos ‘porque ela não fez isso, porque não disse aquilo ou porque não denunciou’ mas nessa obra vemos os medos e tais situações que conseguimos entender do porque ela ter tido as atitudes que teve.

      Like

  4. Nossa, parece ser mesmo uma leitura muito intensa. Embora esse seja o meu gênero literário preferido, obras tão profundas quanto essa acabam mexendo muito comigo, ainda mais quando abordam um tema tão doloroso. Fiquei muito curiosa para realizar a leitura.

    Like

  5. Olá, tudo bem?

    Eu não conhecia esse livro da Intrínseca, é uma novidade para mim, pelo o que vi é de 2017 e ainda é um livro thriller/crime. Fico feliz que a leitura tenha te envolvida e que passou num piscar de olhos. Gostei da sua resenha e das fotos em branco e preto, adorei! Dica anotada!
    Abraços

    Like

  6. Essa obra parece ser bem intensa. Pena que em alguns momentos a protagonista sinta dó do perseguidor. Parece que a vítima tende a cair nessa cilada, até na vida real. Acho que é uma questão sociocultural.

    Beijos

    Like

  7. Oi, tudo bem?
    Gosto de histórias que mesmo que sejam ficção tragam um pouco da realidade assim, gostei da premissa do livro!
    Bjs

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s