Resenha

Resenha: Eu sei o que você fez na química passada |Lola Cosmetics

”Não estou aqui para te criticar. Confia em mim que você vai sair dessa!”

Se vocês ainda não viram o potinho mais lindo da vida de vocês eu te apresento, essa embalagem com cores lindas dá pra você reutilizar em qualquer lugar, ‘Eu sei o que você fez na química passada’ é mais um produto que prova a mágica e criatividade da Lola. Eu utilizei o produto logo após fazer química nele e vi resultados desde o primeiro uso.

A promessa do produto é ‘‘melhorar a permeabilidade à umidade, a capacidade de retenção de água e possui propriedades antioxidantes…promove hidratação, fortalecimento dos fios, proteção da cor e brilho. Resultados incríveis quando utilizada após os processos de descoloração ou coloração para recuperação imediata da superfície danificada dos cabelos.” Ele sugere usar a linha completa, mas eu só tenho a máscara (SE ALGUÉM QUISER ME DAR A LINHA, TO ACEITANDO) , a aplicação é após o uso do shampoo, com os fios ainda úmidos e limpos, e deixar agir por cerca de três a cinco minutos, após isso enxague. A Lola da uma dica que para os cabelos mais danificados ou que passaram por descoloração/coloração pode se usar em todas as lavagens, já em cabelos mais saudáveis use uma vez na semana. 

”Cabelos detonados por químicas agressivas como coloração ou descoloração? Isso não te pertence mais.”

Bom usei o produto depois de fazer uma descoloração (quem é a rainha da descoloração aqui??? eu mesma) e assim como em qualquer produto quanto mais você precisa mais resultado pode obter, meu cabelo tava necessitando de uma mágica e encontrei ela na minha farmácia mais próxima. Bom apesar de ter passado por uma descoloração e meus fios terem ficado bem detonados, assim que apliquei o produto notei eles menos elásticos, e após a aplicação o resultado foi fios mais fortes e pontas sem aquele efeito de espiga.

Agora foco no cheiro dessa máscara, quem acompanha meu instagram pessoal (@licebradbury) talvez tenha visto um storie falando dos produtos que eu uso e adoro, e um deles foi o TREsemmé de coco que é maravilhoso e tem um cheiro maravilhoso de coco, e adivinha a máscara da Lola tem um cheiro de coco com baunilha, e não sei porque me lembra natal e doce, se vocês tiverem oportunidade, CHEIREM ESSE PRODUTO!!!

”CRUELTY FREE” ”GO VEGAN”

Lola Cosmetics é totalmente vegana e sem testes em animais, TEM COISA MAIS MARAVILHOSA DO QUE ISSO???

 

Resenha

Resenha: Mathilda Savitch

2017-11-06-05.46.22-1.jpg.jpg

2017-11-06-05.46.21-1.jpg.jpg

”Sei que isso não é do meu feitio, mas a questão é que provavelmente é melhor eu reservar minha conduta horrível para as pessoas que a merecem. Ela só ficará mais e mais forte, como o veneno das cobras. Não convém desperdiçá-la com a pessoa errada.” Página 40

Mathilda Savitch é um livro de profundo mistério, e reviravoltas, mas na verdade a personagem tenta nos enganar com seus pensamentos. A história inicia com a perda da irmã mais velha de Mathilda, Helene, que foi empurrada na frente de um trem, isso causa um efeito na família, que permanecem em luto profundo, e por isso acabam deixando Mathilda de lado. Ela não entende a ideia da morte, já que ela se sente tão viva não entende como outra pessoa está morta, mas investiga tudo que pode afim de entender o que houve com a irmã. Mathilda ao perceber o abandono de seus pais, fica em meio a frustração e dor, e acaba tentando resolver isso mostrando sua maldade para todos, afim de recuperar a atenção deles novamente.

2017-11-06-05.46.18-1.jpg.jpg

”As pessoas acreditam praticamente em qualquer coisa que você diga, se você falar da maneira certa. É incrível. Elas querem acreditar…” Página 233

Essa obra foi uma surpresa para mim, foi uma leitura diferente e ao final, não sabia descrever meus sentimentos sobre a obra. Durante a narrativa somo apresentados a diversos sentimentos e pensamentos da personagem vindo a tona, assim é uma narrativa que passa por muitas transformações, e muitas vezes Mathilda parece uma criança por sua forma de ver as coisas, a leitura é rica em detalhes porém é bem direto e objetivo, assim a leitura não se torna maçante.

”Como acontece a vida da gente? Na maior parte do tempo, ela anda muito devagar e, vez por outra, chega até a andar para trás. Mas aí, um belo dia, você é atirado no futuro e se descobre lá, bem no meio dele.” Página 273

2017-11-06-05.46.15-1.jpg.jpg

2017-11-06-05.46.09-1.jpg.jpg

2017-11-06-05.46.19-1.jpg.jpg

Resenha

Sobre anúncios

Oi Vespas, hoje estamos trazendo para vocês um post curtinho e diferenciado, entraram em contato com a gente sobre um site de anúncios bem legal e por conta da loja achei interessante trazer pra vocês que querem mais facilidade nas vendas dos seus produtos. 

Apresento a vocês o Zip Anúncios, o Zip é um site de anúncios onde você pode anunciar desde aquele jeans que não serve e você não sabe o que fazer com ele, ou mesmo casas, automóveis e lojas. Como anunciar? É bem simples, ao entrar no site você realiza seu cadastro e pronto, já pode realizar seus anúncios de forma rápida e prática, e o melhor de tudo, gratuitamente. O site também tem a proposta de você fazer planos caso queira mais destaque aos seus anúncios, com um preço bem acessível, mas é opcional! 

Nos do Matando Vespas já estamos fazendo nosso projeto para anunciar nossos produtos. Fiquem ligados que em breve vai estar disponível para vocês! 

Vale dar uma olhada também no que não é permitido no Zip, como conteúdos pornográficos, armas e entre outros. 

Resenha

Resenha: O Toque da Vampira

2017-11-06-05.46.39-1.jpg.jpg

2017-11-06-05.46.36-1.jpg.jpg

”Existem certas coisas que as pessoas simplesmente não conseguem suportar.” Página 15

O livro nos mostra a história de Anne Marie, a mutante vampira das histórias dos X-Men. A história mostra o passado dela, antes de chegar até os X-Men, vemos como foi quando seus poderes se manifestam e o quanto ela tenta fugir disso, mas acaba percebendo que é impossível. Após a manifestação de seus poderes ela tem que fugir, e acaba esbarrando em James, porém assim como ela James tem muito a esconder e isso acaba mudando todos os planos da nossa Vampira.

”O que leva uma pessoa a sobreviver quando ela não tem mais pelo que viver?” Página 28

2017-11-06-05.46.27-1.jpg.jpg

Confesso que em apenas alguns momentos vi a Vampira dos quadrinhos ou dos desenhos, parecia mais uma história a parte de uma pessoa diferente, mas creio eu que por ser do passado dela, muitas coisas mudaram até chegar na versão da Vampira que conhecemos, outra confissão é que mesmo enxergando pouco da Vampira, eu amei muito essa história, achei original e sem dúvida é o tipo de obra que faz com que o leitor mergulhe completamente nesse universo e fique querendo mais.

”Não importa o quanto as coisas parecem ser perfeitas e maravilhosas e belas, temos sempre que contar com a possibilidade de que a tristeza um dia venha a desabar feito tempestade sobre nossas cabeças, de uma hora pra outra.” Página 234

2017-11-06-05.46.30-1.jpg.jpg

2017-11-06-05.46.38-1.jpg.jpg

Resenha

Resenha: The Kiss Of Deception

2016-11-02-03.46.33-1.jpg.jpg

2016-11-02-03.46.29-1.jpg.jpg

2016-11-02-03.46.15-1.jpg.jpg

“Lia. Era como um sussurro ao vento. Página 91”

Essa obra nos trará a história de Lia, ela é a primeira filha do reino de Morrighan, e está prometida a uma união com alguém na qual ela nem mesmo conhece, o casamento da princesa é claro foi arranjado com outro reino, o Reino de Dalbreck, que propõe unir as famílias e trazer paz a eles, porém a princesa não deseja se casar e nem deseja ficar em meio a realeza e as obrigações que vem junto com o papel de princesa, então ela decide fugir no dia do seu casamento, com Pauline sua melhor amiga, para Terravin onde ela deseja recomeçar e tentar construir uma vida, porém nem tudo vai ser fácil para a princesa, ela é perseguida por um assassino que seu próprio pai contrata para  ter filha de volta de qualquer forma juntamente com o príncipe abandonado que fica curioso com a coragem da princesa.

“Eu me perguntava como seria ter alguém que me conhecesse tão bem, alguém que olharia direto na minha alma, alguém cujo próprio toque eliminaria todos os meus outros pensamentos. ” Página 34

2016-11-02-03.46.17-1_1.jpg.jpg

A história é muito bem fluída, fui sem expectativas para a leitura, mas me surpreendi muito e bem positivamente, a personagem Lia é maravilhosamente bem construída, assim como os outros, porém Lia me surpreendeu ao fugir bastante daquele ‘tradicional padrão de princesa’ e achei isso muito bem desenvolvido no livro. Outro ponto positivo foi a criação do mundo na história que ficou fantástico, a obra conta com muitos mistérios, conquistas e reviravoltas, e de forma alguma se torna clichê. A narrativa é feita pelos pontos de vista da Lia, e algumas vezes alterna entre o Assassino e o Príncipe, o que achei que deu um toque especial para a história.

“Pode-se levar anos para moldar um sonho, mas é preciso apenas uma fração de segundo para despedaçá-lo.” Página 244

2016-11-02-03.46.23-1_1.jpg.jpg

2016-11-02-03.46.27-1.jpg.jpg

2016-11-02-03.46.31-1.jpg.jpg

 

Resenha

Resenha: Gênese 

Olá vespas, depois de um descanso merecido voltei com essa obra muito chocante e incrível. 

Nessa obra, a autora (gravem esse nome) Karin Slaughter, traz o terceiro livro da série Will Trent (os livros entrelaçam a vida dos protagonistas, mas em cada obra gira em torno de uma história diferente, eu li individualmente Gênese e pretendo ler os outros mas sinceramente não ter lido os outros dois não mudou minha leitura, são referências que dá pra captar, essa foi a minha experiência.) 

” Suas pálpebras se fecharam de repente, mas Judith não conseguiu suprimir o tremor que percorreu seu corpo. Era como se alguém caminhasse sobre seu túmulo.” Página 13

A história se inicia com um atropelamento de uma moça, quando o carro se choca contra o corpo da jovem, ela cai quase morta, mas não apenas pelo impacto da batida, ela está nua, machucada, foi abusada e tem sinais visíveis de tortura e desidratação. Ao ser encaminhada para o hospital mais próximo seu caminho cruza o de Sarah Linton, uma antiga médica legista que tenta diariamente deixar seu passado trágico para trás. 

Esse mesmo terrível acidente entra no caminho de Will Trent e sua parceira Faith Mitchell, que ao se dirigirem até a cena do crime encontram uma câmera subterrânea de tortura, cercada por um cheiro indescritível e uma visão que não vai sair da memória de ninguém. Sara, Will e Faith embarcam na caça desse assassino brutal, porém uma outra jovem desaparece e tudo indica que ela é a nova vítima do assassino, que agora possui outro esconderijo. Agora eles precisam correr contra o tempo para encontrar esse maníaco antes que ele faça mais uma vítima. 

” Outra gota de sangue pingou dos seus dedos, dessa vez acertando Will no rosto, logo abaixo do olho. Ele tirou a luva e tocou o sangue. Ainda estava morno.Aquela mulher tinha morrido havia menos de uma hora.” Página 56

Li esse livro por indicação, comprei por gostar da sinopse e por ser meu gênero favorito, porém esperava um clichê policial e fiquei de queixo caído, foi a primeira obra que li da maravilhosa Karin e me surpreendeu em todos os aspectos, todos os personagens foram muito bem trabalhados e desenvolvidos na história, me choquei em cada detalhe que o livro vai revelando durante a leitura, é bem surpreendente e tem uma escrita que prende o leitor. 

Foi uma leitura demorada, Gênese é um daqueles livros que você precisa absorver e digerir os capítulos por mais que a vontade seja de devorar tudo, a obra é pesada, e descritiva, aborda cada lado da história e a vida de cada personagem, é uma obra que todo mundo devia ler, aborda temas presentes em nossa sociedade e infelizmente no cotidiano, porém ele é pesado, então fica ao seu critério. 

” As pontas seguraram algo, e o legista puxou o objeto com a mão. O que saiu foi um longo pedaço de plástico, como um pano de seda da manga de um mágico. Pete continuou a puxar, depositando o plástico numa tigela grande. Um após o outro, manchados de sangue escuro, quase preto, conectados por finas linhas picotadas.” Página 116

Resenha

Resenha: Soppy

 

”- Eu cozinho se você lavar a louça.” Página 89

”- Essa sua camiseta é feia e não fica bem em você.
– Ei
– Posso usar pra dormir?” Página 103

Em clima de Natal acho que essa resenha tem tudo a ver com a época, na minha opinião natal é amor, e essa resenha é sobre um livro em quadrinhos sobre nada mais nada menos que: amar.

Soppy narra a história de Philipa Rice, que é a própria autora, no livro somos apresentados ao relacionamento dela com Luke, os quadrinhos mostram o início do romance deles, e a decisão de ir morar juntos, e vemos um pouco da rotina do casal, sendo momentos bons ou ruins.

”- Você percebeu…que esse é o maior tempo que já passamos juntos de uma vez só? Página 23

”- Me desculpa.
– Não, me desculpa você.” Página 101

A autora conseguiu em poucas páginas e com muita simplicidade demonstrar cada detalhe do amor, cada detalhe daquela rotina de dividir espaço com outro alguém, nos mostra que amar vai além de atração ou apenas bons momentos, que os pequenos gestos fazem muita diferença em uma relação, mas que um ao lado do outro sempre vai haver um jeitinho de resolver qualquer problema.
Desde que vi imagens do livro pela internet me apaixonei e me identifiquei, acho que nada mais define esse livro além da palavra amar, nas ilustrações vemos um pouco de como é uma rotina de morar junto , dividir o mesmo espaço com alguém, querer estar junto sem pedir nada em troca. A leitura é mais do que fofa, e muito rápida, quando você percebe, já quer uma continuação.

” – Chegou uma carta endereçada a nós dois!
– E o que é?
– Nossa primeira conta de gás!” Página 29

”- Você não me odeia. Odeia?
-Você é legal.” Página 81